sobre

Teresa Colaço tem 25 anos e é Licenciada em Jornalismo. Escreve sobre concertos no musicfest.pt e sobre coisas variadas no shifter.pt. Estagiou na revista Blitz e na rádio City FM Málaga (Estágio Erasmus +), participou no MusicWorx como Directora de Comunicação da audiodevel.com e escreveu sobre discos n’O Fado & Outras Músicas do Mundo. Foi repórter, coordenadora de playlist e animadora na ESCS FM bem como repórter fotográfica pelo número f.

É das Caldas da Rainha – foi defesa central na EAF e chumbou o 2º grau de piano no Conservatório – mas há 5 anos que divide o seu tempo com a capital. Leu a sua primeira Blitz aos 12 anos e formou-se em Jornalismo e Crítica Musical (ETIC) aos 22. Pelo meio tocou bateria, viajou tanto quanto pôde e foi a um número algo exagerado de concertos.

Tem o certificado de proficiência da Língua Inglesa (diploma nível C2), pelo Cambridge Language Assessment. Dá uns toques no Espanhol e sabe os básicos dos básicos do Italiano e do Alemão. Passou 6 meses em Itália, 3 em Espanha e 3 na Alemanha. Prefere Portugal.

teresa.d.colaco@gmail.com
Instagram

Facebook
Twitter

Advertisement

2 thoughts on “sobre

  1. «fossem todas as tunas dar coisas tão bonitas quanto esta aqui.»
    Música de raiz tradicional bem tocada com apresentações bem dispostas é o “pão nosso de cada dia” das tunas. No entanto, como em todos os géneros, há malta que não toca peva ou que tem um mau gosto que tresanda.
    Se soubesse a quantidade de gente profissional da área musical que já passou por tunas até suava com a sua expressão inicial…
    Mas já não é mau saber reconhecer um trabalho de qualidade. Está no bom caminho.

    • não sou fã de tunas. para música de raiz tradicional gosto de ir a quem a estuda, trabalha e representa de facto, sem recorrer a praxes e tradições académicas e a recorrer sim à tradição musical. sim, têm sido portas para muitos – ainda bem, mas isso não as desculpa, não para mim, pelo menos –
      e sim, há tunas excelentes – mas a vasta maioria é fraquíssima.
      os quatro e meia são um belo grupo, o sucesso do disco e dos concertos prova-o.
      obrigada pelo comentário (e desculpas pela tardia resposta – só agora soube dele)

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s