não sei que título dar a isto (novembro)

04 de novembro de 2014
Dead Combo, Festa 30 anos Blitz, Misty Fest, S. Jorge

o concerto em si foram só três músicas e a classe do costume. mas este fica marcado mais por aquilo que foi toda a noite. perdi os outros concertos todos porque estive em serviço da blitz a recolher depoimentos de músicos, jornalistas e pessoas fixes no geral. foi um atirar aos leões sem a rede familiar a que a escs fm me habituou e mais um passo em frente na luta contra a timidez crónica e aguda. cheguei a casa exausta psicológica e fisicamente, mas ainda consegui juntar umas palavritas com os colegas. uma honra do caraças.

08 de novembro de 2014
Gisela João, Misty Fest, CCC

num qualquer dia de agosto, quando voltava para casa de um passeio matinal com a minha mãe pelas caldas, ao passar pelo CCC vejo anunciado no ecrã: Gisela João – Misty Fest – 8 de novembro. Instintivamente pus a mão no bolso à procura de dinheiro. “Mãe, ‘bora comprar bilhetes. Temos de ir”. Na altura nem 2€ tinha, por isso a compra ficou para mais tarde, mas claro que fomos. É raro ter nomes destes na terrinha, há que aproveitar. Foi mais curto do que esperava, tanto movimento fez-me confusão mas a voz e a postura compensaram. E a minha mãe até que nem odiou.

10 de novembro de 2014
Diabo na Cruz, FNAC Chiado

eu a pensar que ia outra vez ver diabo sozinha e eis que dou por mim com duas raquéis e uma sónia. magnífico. o lançamento do tão esperado disco, apresentado num registo meio-acústico que correu muito bem. as novas soam lindamente, aquela versão da luzia é incrível, e a fnac estava cheia. até o samuel úria foi, só para eu e a sónia suspirarmos um bocadinho. no final, houve pins e dois dedos de conversa muito engraçada. continuo a achar que são a banda mais fixe de todo o sempre.

10 de novembro de 2014
David Fonseca, Arena Live, Casino Lisboa

não há, desde 2008, um ano na minha vida sem um concerto deste senhor. este foi o último da Seasons, num ambiente muito estranho porque o casino é chulo e faz disto às pessoas. mesmo assim, soube tão bem voltar a cantar aquelas canções outra vez um ano e oito meses depois. e a this raging light, como sempre, a bater tudo e todos.

12 de novembro de 2014
Rodrigo Leão + Camané, Misty Fest, CCB

já tinha saudades de ir a concertos com acreditação. “o espírito de um país” talvez seja um título um bocado arrojado de mais mas que o senhor é um mestre, lá isso é. apesar de não conhecer a coisa a fundo e de a certa altura me parecer ir sempre dar tudo ao mesmo, é um bonito espectáculo. depois, chega o camané e, como disse o gonçalo, ficamos coladinhos às costas da cadeira tal o impacto daquela voz. não é deste mundo. não pode…

21 de novembro de 2014
Lula Pena, B Fachada, Rotas & Rituais, S. Jorge

Lula Pena não conhecia e fiquei muito bem impressionada. B Fachada… que dizer. É o géniozinho do costume que me pareceu estar mais bem disposto que o habitual e fez do concerto uma bonita festa. valeu.

22 de novembro de 2014
Mão Morta, Rotas & Rituais, S. Jorge

é daquelas falhas inadmissíveis, não conhecer mão morta, não é? senti-me uma idiota ali no meio daquele público tão maluco e a cada música só pensava “fónix, mas isto é brutal, que raio, isto é do caraças” etc. agora é mergulhar nos discos que andei a perder durante estes aninhos todos. para ver se para a próxima não ficamos os únicos sentados…

24 de novembro de 2014
Os Azeitonas, Arena Live, Casino Lisboa

um dia especial. estive em reportagem com uma banda que adoro que por acaso é ‘feita’ de pessoas super fixes. nunca um concerto deles passou tão rápido. eu quase não vi nada porque, de facto, foi a noite com mais gente e aquilo não dava para andar por lado nenhum. orgulho imenso. e o angelus! o angelus…

27 de novembro de 2014
Camané + David Fonseca, Time Out Mercado da Ribeira

acordei super doente às 7h para ir fazer uma dose de 7 exames médicos. a voltar para casa da clínica adormeci no autocarro e fui parar à damaia. depois de almoçar à pressa tive uma reunião absolutamente desnecessária no trabalho e fui para a etic tentar trabalhar mas não consegui por causa dos miúdos a ouvir música e conversar. isto para dizer que tive um dia assim a modos que mau, a roçar o deprimente. e depois chego à aula e a prof diz que vamos ver o camané e o david e pronto, está tudo bem. sobre a voz do camané já esgotei as poucas palavras que teria, sobre o david a cantar fado… bem, o moço surpreendeu.

29 de novembro de 2014
Miguel Araújo, Coliseu do Porto

tinha de ser.
que noite incrível. aliás, que dia incrível. voltar ao porto é estar com a delegação norte da empresa e ser feliz a dizer parvoíces e tirar fotos duvidosas. jantámos num ápice para podermos preparar as surpresas mas depois não deu e tivemos um stress que durou até ao início do concerto mas depois… depois na balada astral aquilo encheu-se tudo de luzinhas e nos maridos os balões caíram todos e foi uma festa do caraças e “eu já sei quem está por trás disto”. pois é, vida de fangirl tem destas coisas. o concerto foi magnífico, o crónicas à la benjamin button, o zambujo e a ana moura e os tios!! os tios roubaram a noite. que concertaço. o moço esgotou a mais emblemática sala da sua mui nobre e sempre leal cidade e apresentou-se ao mais alto nível. “feitinho!”

Advertisement

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s